19 de março de 2009

E A VIDA SEGUE...

E de repente tudo pode mudar num sopro do destino. E as pessoas q você dizia amar podem nunca mais voltar...
(Cidade Perdida- Rodrigo Santos)

Te dizer que a vida não é brincadeira não. Já pararam pra pensar que num piscar de olhos podemos perder a pessoa mais especial de nossas vida? Pois bem, vou começar meu post hoje falando da história de uma grande amiga que mora no Rio de Janeiro.

Depois de tantos sofrimentos em sua vida, ela conseguiu encontrar um "passarinho", o qual o amava muito e estava muito, mas muito radiante... uma alegria contagiante que muitas mulheres ainda não sentiram isso (infelizmente!). Uma linda história de amor e como prova disso, a formação de um ser dentro de sua barriga. Flávia, Marcela ou Lia? O nome não importa, o que importa era o amor e a felicidade da gestação. Depois de algum tempo sem contato com essa amiga, achei melhor deixar um sinal de fumaça através do orkut. E lá já senti um clima pesado, mensagens de apoio, de orações. Exatamente isso que vocês estão pensando: seu "passarinho" voou bem longe.

Bom, o motivo da tragédia não vêm ao caso, esse tipo de questionamento quando não estamos bem, não ajuda em nada, pelo ao contrário, só atrapalha. Mas a pergunta que faço é: será que realmente damos valor quem está ao nosso lado? Será que sabemos que as pessoas não são pra sempre? E nós, será que aproveitamos a vida a cada segundo?

O mal nunca ninguém espera, mas quando acontece - ele chega de mansinho, como uma visita que não gostamos, como um vento, um sopro.. e não adianta colocar vassoura atrás da porta, ir para benzedeira ou até mesmo fazer uma casa de tijolo para não ser derrubada. A questão é que nunca estamos preparados para o mal. E depois?

Depois deixamos de nos amar, de fazer, de doar, do prazer. Que bom seria se fossemos um gato, cheio de vidas, para morrer em algumas e tentar consertar nas outras. Nem tudo é como queremos ou que desejamos, mas acredito na revolução, na consciência, na vivência um pouco melhor.

No meu caso, preciso dormir menos e abraçar mais o mundo. Talvez esse post servirá de lição a mim também - a valorização da vida e principalmente do próximo.

Engeria positivas, sempre! E a vida? Ahh, a vida segue...

1 comentários:

Perfil disse...

Pois é... Não quero simplesmente "passar" pela vida.. Não quero chegar lá na frente e ver que não deixei nada de bom nesse mundo! Eu quero fazer a diferença, quero deixar boas marcas nas vidas de quem eu amo. Viver intensamente cada segundo, como se fosse o último... E aproveitar cada instante ao lado daqueles que amo!
Porque... "Essa vida vai muito depressa e é bom saber o que deixei de mim..."
Espero que assim seja pra você também!

Beijos ;*******