3 de março de 2009

ME IMPORTO...

Confusão na cabeça está a mil em pleno começo de semana.

É tanta coisa pra pensar, tantas coisas desagradáveis acontecendo no mundo, tantas pessoas nascendo e morrendo! Pessoas que vivem na base da mentira. Pessoas reclamando demais e agindo de menos. Pessoas brincando com os sentimentos. Pessoas... simplismente pessoas, um ser à base de pele, músculos e ossos. Que possuí um cérebro, que é utilizado ou não... um coração que bate forte ou não... todas com a mesma composição, mas com conteúdos diferentes.
Mesmo assim eu ainda me importo e acredito nessas pessoas. Me importo com o que minha amiga vai pensar se não escutar o celular tocando... me importo em como aquela garota chata vai se sentir se eu falar mal a respeito dela... me importo com o que aquela colega vai achar se eu não retornar a ligação... me importo como a minha chefe vai achar de mim se não conseguir concluir uma tarefa... me importo muitas vezes em escutar os problemas dos outros, do que falar dos meus... me importo muitas vezes em baixar o som, apagar a luz...
.
Pois é, muitas vezes acabo me importando demais com os outros, e comigo que é bom, a importância é zero. Não que eu não seja importante e não me dê valor. Mas sou acostumada a fazer coisas para a outra pessoa se sentir bem. Pode ser coisas que não me agradam, coisas que eu nem queria fazer, mas me acho na obrigação.
Isso explica o fato de me acharem forte, sendo que na verdade sou apenas uma criança que procura a felicidade dos outros, um simples sorriso, um simples afeto e esquece da própria felicidade.

2 comentários:

Ju disse...

Mas se você não for assim, não será a Marcelinha tão adorada por todos. Te amo te amo te amo xuxuuuu

Suelyn Morais disse...

Mas é sempre bom saber que fizemos algo de bom para alguém, só assim podemos compartilhar um sorriso estampado no rosto do outro.
Muitas vezes também me sinto assim, acho que dou muita importância aos problemas dos outros e esqueço de combater os meus.

BeijoooO